• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> Cloud computing é opção acessível para iniciar exportações

Internacionalizar o negócio de TI via computação em nuvem foi o assunto debatido no último Intercâmbio Empresarial

Para montar um negócio de TI nos Estados Unidos, um dos maiores mercados do mundo, não é preciso estar lá. “Se a sua empresa oferece um software de qualidade via internet e aceita cartões de crédito norte-americanos, você compete em igualdade de condições com as empresas sediadas nos EUA”, ressaltou o consultor de marketing Eric Olsson. Ele foi um dos palestrantes do último Intercâmbio Empresarial Fumsoft, “Empreender e exportar negócios de TI com o modelo cloud”, no dia 7 de dezembro.

Os participantes puderam discutir como comercializar suas soluções pela nuvem para os Estados Unidos, uma maneira mais barata de internacionalizar o negócio, que elimina a necessidade da montagem de um escritório no país. A advogada Roberta Donato, que atua no Brasil e nos EUA, mostrou aos presentes que o estado de Delaware pode ser uma boa porta de entrada para as exportações via cloud. “A legislação do estado requer apenas que a empresa possua um representante local para iniciar seus negócios, o que custa bem menos do que montar toda uma estrutura no país”, comentou.

No evento, Roberta ainda ressaltou a importância de se criar uma Pessoa Jurídica nos EUA e deu instruções de como fazê-lo. Ela também abordou a operacionalização dos serviços via computação em nuvem e a tributação e repatriação de lucros.

Em seguida, foi a vez de Olsson mostrar algumas estratégias de marketing para internacionalizar softwares. “O produto não precisa ser específico para os EUA, mas deve atender a uma demanda do mercado norte-americano”, relatou. Ainda de acordo com ele, os estadunidenses não se importam com a origem da empresa que fornece o produto ou serviço, desde que ele seja de qualidade, que forneça algum suporte e que aceite o pagamento por cartão de crédito local.

Olsson ainda mostrou as vantagens de se desenvolver planos diferenciados de uso do software, de acordo com o preço a ser pago e incluindo uma versão gratuita, para tornar o produto conhecido e fidelizar clientes, que podem migrar para a versão paga em algum tempo.

Veja outras fotos do evento aqui.


Postado em: 12/12/2012