• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> Comissão de TI da Câmara Municipal de BH discute incentivos ao setor

Em reunião realizada na semana passada, Fumsoft apresentou proposta para a definição de um marco regulatório para as empresas da capital

Os incentivos fiscais e econômicos e de capacitação que poderiam dar novo fôlego ao setor de Tecnologia da Informação (TI) de Belo Horizonte foram um dos assuntos abordados na última reunião da Comissão Especial de Estudos de TI da Câmara Municipal de Belo Horizonte, no último dia 22 de agosto. O presidente da comissão, o vereador Tarcísio Caixeta, se reuniu com representantes de entidades do setor para discutir assuntos importantes relacionados à TI.

Estiveram presentes o vice-presidente da Fumsoft, Leonardo Fares, e o superintendente da entidade, Márcio Tibo, que fez uma apresentação sobre o setor nacional e mineiro de TI e listou alguns incentivos adotados por outras cidades brasileiras para estimular o desenvolvimento do setor e que poderiam ser adotados na capital mineira. Tibo ainda abordou alguns aspectos do programa BHTI 2022, que tem como objetivo tornar Belo Horizonte a capital nacional de TI em dez anos.

A reunião aconteceu poucos dias após o lançamento oficial do plano TI Maior, um pacote de incentivos para o setor criado pelo governo federal, que inclui repasse de verbas para áreas estratégicas para o desenvolvimento de software e para capacitação, apoio a startups e incentivo à pesquisa e desenvolvimento na área. Além de debater sobre essa novidade, os presentes ainda discutiram como o estado e a capital mineira poderiam aproveitar a oportunidade. “O plano será em caráter nacional, mas precisamos nos unir para garantir que ele trará benefícios para Minas Gerais e para Belo Horizonte”, ressaltou Tibo.

Outro ponto amplamente discutido foi a definição de um marco regulatório para o setor belo-horizontino de TI, ponto previsto no programa BHTI 2022. Por sugestão do vice-presidente da Fumsoft, as entidades representativas do setor, juntamente com representantes do Executivo, pretendem formular uma proposta de minuta para a regulamentação municipal. “Precisamos caminhar de maneira mais concreta para a elaboração deste marco, que é fundamental para que Belo Horizonte amplie seu destaque no cenário nacional de TI”, afirmou Fares.

Além do vice-presidente e do superintendente da Fumsoft, estavam presentes representantes da Assespro-MG, do Sindinfor, do Senac, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de BH e das empresas de TI Bizmart, Eteg e TTY 2000.

 

Superintendente da Fumsoft, Márcio Tibo, fez apresentação na Comissão de TI da Câmara Municipal de BH

 

Veja outras fotos da reunião no Facebook.


Postado em: 29/08/2012