• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> FUMSOFT apresenta APL de Software em Congresso Latino-Americano

Participantes do 6º Congresso Latino-Americano de Clusters visitaram instituição e conheceram ações desenvolvidas em Minas em prol do setor

O Arranjo Produtivo Local (APL) de Software de Minas foi apresentado na FUMSOFT aos participantes do 6º Congresso Latino-Americano de Clusters (CLAC), no último dia 16 de maio. Realizado pelo Sebrae-MG e pelo TCI Network, o evento, que acontece em Ouro Preto durante essa semana, promove o debate sobre o papel dos APLs para aumentar a competitividade de setores produtivos e contribuir com o desenvolvimento sustentável da América Latina.

Realizado pela primeira vez no Brasil, o CLAC reúne empresários da América Latina e de outras regiões para discutir soluções inovadoras para o fortalecimento dos clusters, termo norte-americano que designa arranjos produtivos locais. No primeiro dia do evento, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer alguns modelos de sucesso de clusters em Belo Horizonte e na região metropolitana. Por sua representatividade no cenário mineiro de TI, o APL de Software de Minas foi apresentado, sendo que a FUMSOFT foi a entidade escolhida para sediar a visita.

O superintendente da FUMSOFT, Márcio de Souza Tibo, apresentou aos participantes o objetivo do APL de Software e a área de atuação de cada uma das entidades que o compõe. Além dos trabalhos desenvolvidos pela FUMSOFT, foram apresentadas também as atividades realizadas pelas entidades Assespro-MG, Sindinfor e Sucesu-MG.

No estado de Minas Gerais, empresas de variados setores se juntaram para formar 138 arranjos produtivos locais. O Sebrae-MG desenvolve ações para potencializar o trabalho de 48 APLs que fortalecem a atuação de micro e pequenas empresas em polos regionais. Segundo dados de 2010, cerca de 1,5 mil empresas integram o APL de Belo Horizonte e Viçosa que teve faturamento de R$ 3 bilhões e gerou cerca de 8 mil empregos formais no último ano.

Uma das ações desenvolvidas pela FUMSOFT no APL de Software de Minas que recebe apoio do Sebrae-MG é o acesso de pequenas e médias empresas a recursos não-reembolsáveis. Para a gestora do projeto de TI no Sebrae-MG, Márcia Valéria Cota Machado, essa atividade tem enorme relevância no desenvolvimento das empresas. “A FUMSOFT já desenvolveu um know-how na captação de recursos públicos e hoje é a maior parceira do Sebrae-MG nessa área. Ficamos honrados em apresentar o case do cluster de TI de Belo Horizonte e região metropolitana para nossos visitantes do Brasil, Colômbia, Peru, México e Chile”, afirma.

Acesse aqui as fotos desse evento na galeria da FUMSOFT no Flickr.


Postado em: 18/05/2011