• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> Incubadoras de empresas mineiras validam processos de gestão

Em workshop realizado na FUMSOFT, processos foram aprovados para melhoria da gestão das entidades

Representantes de incubadoras de empresas de Minas Gerais estiveram na FUMSOFT no último dia 28 de junho em um workshop para validação dos processos do Centro de Referência de Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). O modelo de maturidade, que atesta a capacidade de geração de empreendimentos de sucesso, será implementado nas incubadoras do estado com o objetivo de atingir resultados ainda mais significativos.

/wp-content/uploads/2011/07/fumsoft_incubadoras_de_empresas_mineiras_validam_processos_de_gestao.jpgUm grupo de incubadoras mineiras tem se reunido desde o ano passado para elaborar uma série de processos baseados no Cerne. Esse trabalho foi validado por representantes de 15 incubadoras mineiras durante o workshop. A iniciativa da Rede Mineira de Inovação (RMI) tem o apoio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (Sectes-MG) e do Sebrae-MG.

No workshop, os processos foram apresentados por Ana Catarina Silva, diretora da empresa de consultoria responsável pela estruturação. Os representantes das incubadoras tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas e sugerir alterações para que os processos fossem validados. Agora será elaborado um manual que orientará a implementação dos processos de gestão.

Inicialmente, o projeto será implantado como piloto na incubadora da FUMSOFT e em outras quatro incubadoras do estado: Origem Incubadora, de Itabira; Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá (Incit); Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt), de Juiz de Fora; e incubadora de empresas Habitat, da Fundação Biominas, de Belo Horizonte.

Segundo Ana Catarina, os processos englobam atividades que vão desde a entrada até a saída da empresa nos programas de incubação. “Durante todo esse tempo, o sistema realiza a gestão dos recursos de consultoria e assessoria necessários ao desenvolvimento dos empreendimentos”, explica. Para Rita Carvalho, analista da equipe de gestão da incubadora da FUMSOFT, a implementação do Cerne será importante para as empresas incubadas. “Com o Cerne, haverá uma melhoria nos serviços de apoio oferecidos aos empreendedores para o desenvolvimento de seus negócios”, afirma.

Também participaram do workshop representantes das seguintes incubadoras:  Nascente Incubadora de Empresas (Cefet-MG); Inova (UFMG); Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa – Centev (UFV); Centro de Referência em Incubação de Empresas e Projetos de Ouro Preto – Incultec (UFOP); Programa Municipal de Incubação Avançada de Empresas de Base Tecnológica de Santa Rita do Sapucaí (Prointec); Incubadora de Empresas de Patos de Minas (IEP); Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel); Incubadora de Tecnologia da Uniube (Unitecne); CIAEM (UFU) e  Incubadora de Empresas de Design da UEMG (IED).


Postado em: 29/06/2011