• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> Mais dez empresas caminham para a certificação MPS.BR


Em workshop realizado na FUMSOFT, profissionais relatam resultados perceptíveis na organização das empresas

Dez empresas do setor de TI estão a um passo de conseguir a certificação de qualidade de software MPS.BR. No último dia 21 de março, um workshop reuniu todas essas empresas que compõem o sétimo grupo de implementação coordenado pela FUMSOFT. No evento, os profissionais responsáveis pelos processos nas empresas apresentaram o andamento atual do trabalho, os obstáculos enfrentados e os resultados atingidos até o momento.

/wp-content/uploads/2011/04/fumsoft_mais_dez_empresas_caminham_para_certificacao_MPS.BR_.jpgImplantar os processos necessários para a obtenção do modelo de qualidade MPS.BR significa, na maioria dos casos, mudar radicalmente a rotina de produção e organização de uma empresa. Essas mudanças demandam esforço e investimento. Com esses dois ingredientes fundamentais, a empresa Sydle está prestes a conseguir um grande avanço em termos de certificação. Em uma escala que vai de G a A em ordem crescente de melhoria, a empresa já havia conseguido a certificação no nível F e atualmente se prepara para o nível C.

Para alcançar a certificação MPS.BR no terceiro nível mais alto da escala, a Sydle tem se preparado bastante. O investimento no modelo incluiu a contratação de duas pessoas com dedicação exclusiva à implantação dos processos do MPS.BR. “Atualmente, temos oito projetos já em andamento e outros dois em fase de proposta”, afirma o gerente de qualidade Paulo Eduardo Silva. Para ele a qualificação tem seu valor. “A certificação é bem importante para a empresa, tanto em termos de organização quanto em termos de mercado mesmo”, acredita.

Começando a trilhar o caminho da certificação MPS.BR, a empresa Group Software se prepara para atingir o nível G. A empresa optou por um modo dinâmico de implementar os processos de qualidade em sua rotina. Segundo a gerente de projetos Cristiane Rezende, esse é um caminho sem volta. “Não sabemos como vivíamos sem o MPS.BR. Para a Group Software é muito importante, não só pelo marketing, mas também pela parte organizacional. São coisas que trouxeram ganhos para a empresa e não tem mais como ficar sem”, afirma.

As empresas participantes do sétimo grupo que pleiteia o MPS.BR terão seus resultados avaliados nos próximos meses e só depois serão certificadas. Além da Sydle e da Group Software, também participam do grupo Nefrodata Sistemas, Otimiza Sistemas, Courart Informática, Sisloc Softwares, Processa Informática, ATS Informática, Eteg e Mitah Technologies. Através de seu Centro de Competência em Qualidade de Software, a FUMSOFT é responsável por coordenar os trabalhos de implementação de processos nas empresas, que recebem um aporte para cobrir até 50% dos custos da certificação, com recursos do Governo de Minas, que investe no setor por meio do Projeto Estruturador de Apoio ao APL de Software.

Acesse aqui as fotos desse evento na galeria da FUMSOFT no Flickr.


Postado em: 28/03/2011