• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> Minas Gerais sediará uma das aceleradoras do Start-Up Brasil

Candidatura mineira foi aprovada pelo programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, que oferecerá incentivos para empresas nascentes de TI

Minas Gerais abrigará uma das aceleradoras do programa Start-Up Brasil, que investirá no desenvolvimento de empresas nascentes de Tecnologia da Informação (TI). Liderado pelas entidades que representam o setor no estado (Assespro-MG, Fumsoft, Sindinfor e Sucesu-MG), o Projeto Acelera-MG foi um dos escolhidos no Brasil. O resultado do processo de seleção foi divulgado nesta quinta-feira pelo secretário de Política de Informática do MCTI, Virgílio Almeida, e pelo coordenador do programa, Rafael Moreira.

Além do Projeto Acelera-MG, outras oito propostas foram selecionadas: Aceleratech, 21212, Microsoft, Papaya, Pipa, Wayra, Outsource e StartYouUp. O programa Start-Up Brasil prevê a aceleração de 100 startups na primeira rodada, com o investimento de R$ 200 mil em cada uma, além de mentoria, capacitação e inserção no mercado, entre outros benefícios do processo de aceleração. A seleção das empresas participantes terá início no dia 21 de março, data em que será realizado um evento no Rio de Janeiro, com a presença de representantes das aceleradoras aprovadas e de outros nomes de destaque no cenário do empreendedorismo tecnológico mundial.  O edital para as startups será divulgado no site oficial do Start-Up Brasil, com todas as informações relativas às empresas que podem se inscrever no programa, como realizar a inscrição e como acontecerá a seleção.

Em junho deste ano, terá início o processo de aceleração das selecionadas, que terá duração de seis meses a um ano. O apoio às startups participantes será promovido por uma série de ações, que envolvem contato com mentores e investidores; financiamento a projetos inovadores de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D); consultoria tecnológica e de mercado; parcerias com universidades; institutos de pesquisa e incubadoras; contatos junto a grandes companhias nacionais e internacionais e facilidades de acesso ao mercado.

O Projeto Acelera-MG faz parte das ações do Programa MGTI 2022, construído pelas entidades do setor em parceria com o Governo de Minas, a Prefeitura de Belo Horizonte, o Sebrae Minas e uma ampla rede de apoiadores e parceiros. O objetivo é tornar Minas Gerais uma referência nacional em TI num período de dez anos.

 


Postado em: 01/03/2013