• Cadastre-se para receber o informativo FUMSOFT News:

 
 

> Pesquisa revela melhoria nas empresas que adotaram MPS.BR

Satisfação com o modelo chegou a 92%. Um total de 42 empresas já foram certificadas pela FUMSOFT em Minas Gerais

Empresas que adotaram o modelo de Melhoria de Processo do Software Brasileiro (MPS.BR) entre os anos de 2008 e 2010 apresentaram melhoria na produtividade, no grau de satisfação dos clientes, nas estimativas de prazo e no faturamento. Essas informações são resultado da pesquisa iMPS 2010, desenvolvida pela Softex para avaliar, em vários aspectos, o desempenho das empresas que adotaram o MPS.BR durante o período. Dos adeptos, 92% se declararam satisfeitos com o modelo.

Em 2010, atingiu-se a significativa marca de 250 avaliações MPS realizadas no Brasil desde setembro de 2005. Atualmente, esse número já chega a cerca de 300 empresas. Em Minas, a FUMSOFT, responsável pela certificação das empresas de TI, já implementou o modelo de qualidade em 42 empresas até o presente momento. A estimativa é de que o ano de 2011 seja finalizado com um total de 54 certificações em Minas. O estado disputa com São Paulo o primeiro lugar no ranking de empresas avaliadas.

A pesquisa iMPS foi respondida por um total de 156 empresas. Segundo o coordenador de Qualidade da FUMSOFT, Carlos Barbieri, o estudo mostra que o MPS.BR é realmente um diferencial competitivo, além de trazer benefícios internos para as empresas. “As empresas atingem um nível maior de maturidade de processos e, assim, conseguem se colocar de maneira mais forte no mercado”, aponta.

Entre 2009 e 2010, as empresas também reportaram uma tendência ao aumento do faturamento e do número de clientes. Além disso, foi detectada uma melhoria relacionada à satisfação dos clientes. Foi o que aconteceu na empresa Sydle, que começou a implantar o MPS.BR em 2009 e já está no nível F da certificação. Para o gerente de qualidade da empresa Paulo Eduardo Silva, um dos benefícios do modelo foi a percepção positiva dos clientes. “O número de empresas certificadas está crescendo muito a cada ano e o reconhecimento do modelo no mercado está acompanhando esse crescimento. Isso se tornou um diferencial para nós no momento das negociações com os clientes”, afirma.

O estudo revelou ainda que, a maioria das empresas que implementaram o modelo (72%) são consideradas de pequeno e médio porte. As outras 28% são consideradas organizações de grande porte, com mais de 100 colaboradores.

Pós-graduação

Para formar profissionais capazes de definir, implantar e gerenciar processos de software baseados em MPS.BR e CMMI, a FUMSOFT juntamente com a Softex e a PUC Minas está promovendo a pós-graduação em Engenharia e Qualidade de Software com o Modelo MPS. O curso, que unirá aspectos técnicos e gerenciais, terá início no dia 12 de setembro e duração de um ano.

No próximo dia 2 de agosto às 19h, a PUC Minas realizará uma apresentação da especialização aos interessados. O evento acontecerá no IEC PUC Minas, unidade Praça da Liberdade (Av. Brasil, 2.023, 6º andar, sala 601, Funcionários), o mesmo local de realização das aulas. Com 432 horas/aula, o curso acontecerá às segundas, terças e quartas-feiras, de 19h às 22h30. As inscrições para a pós-graduação podem ser realizadas até o dia 5 de agosto. Para mais informações clique aqui.


Postado em: 27/07/2011